Arquivo da tag: Mostra de filmes

O cinema de mulheres em Mato Grosso é tema da próxima edição das Jornadas do NAPlus

A próxima edição das Jornadas do NAPlus (Núcleo de Antropologia e Saberes Plurais/UFMT), no dia 13 de julho, tem como tema “Cinema e Gênero: perspectivas locais, questões globais” e vai contar com a exibição de dois filmes e suas respectivas diretoras que vão apresentar suas experiências sobre um cinema de mulheres no Mato Grosso. Serão exibidas as produções cuiabanas De volta pra casa (2015, 60’), de Danielle Bertolini, e Sob os pés (2015, 20’), de Juliana Segóvia e Neriely Dantas. O debate será mediado pelo professor Marcos Aurélio da Silva, um dos coordenadores do NAPlus. As projeções e os debates começam às 14h30, no Auditório do Museu Rondon da UFMT.

jornadas

 DE VOLTA PRA CASA (Cuiabá, 2015, 60′)documentário de Danielle Bertolini

Odevoltapracasa-danielle documentário aborda a violência doméstica por um prisma inusitado – os homens presos pela Lei Maria da Penha. Começou como um projeto de extensão da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que visava diminuir a reincidência de prisões pela Lei Maria da Penha em Cuiabá. O resultado é um documentário que retrata a vontade, do único dos entrevistados, de retornar à família após sair da prisão. Foram três anos de trabalho que culminam agora com o lançamento do primeiro longa-metragem da jornalista e cineasta Danielle Bertolini.

Desde 2013, Danielle Bertolini vem acompanhando a situação de homens presos pela Lei Maria da Penha no Centro de Ressocialização Carumbé, em Cuiabá, através da documentação em vídeo, que inspiraram o filme. O documentário tem como mote a violência doméstica observada pelo prisma do homem encarcerado, que faz uma reflexão sobre o que o levou à prisão, além de depoimentos de agentes da Justiça, mulheres agredidas e ativistas. O título se refere ao caso do personagem José Aparecido, o único dos homens entrevistados que após sair da prisão irá tentar retomar sua família, seu lar – sua casa. O filme tem o patrocínio do Ministério da Educação, através do Programa de Extensão (Proext), do Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Cultura, e da Universidade Federal de Mato Grosso, e é produzido pela Cumbaru Produções Artísticas.

A diretora Danielle Bertolini tem em seu currículo outros documentários – Águas Encantadas do Pantanal (2001), Festa de Família (2001), Sobre a Violência (2009), Encontro de Parentes (2012), além da direção do Festival de Cinema Feminino de Chapada dos Guimarães – Tudo Sobre Mulheres.

SOB OS PÉS (Cuiabá, 2015, 20’), documentário de Neriely Dantas e Juliana Segóvia

sobospesO curta documentário Sob os Pés, dirigido por Juliana Segóvia e Neriely Dantas foi realizado no ano de 2015 e traz a narrativa de 11 skatistas que fazem das ruas e praças da cidade de Cuiabá espaços da prática de algo que vai muito além de uma simples atividade esportiva. O filme também aborda o nascimento do maior movimento de skate feminino do Brasil, em Cuiabá. Segundo as diretoras, “ser mulher no Brasil não é fácil, ainda mais quando assumimos posicionamentos que vão contra o fluxo dos padrões estabelecidos. A criação e desenvolvimento de grupos como o Divas Skateras nos inspira a noção de que enquanto mulheres e líderes temos muito pelo que reivindicar e conquistar”. O documentário foi desenvolvido em Cuiabá ao longo de três meses (somando o período de captação de imagens e pós produção), período em que as diretoras vivenciaram “experiências inesquecíveis com uma galera admirável, cordial, receptiva e organizada. O skate em Cuiabá é cada vez mais forte”.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE AS JORNADAS, CLIQUE AQUI.

Memória, narrativa e conflito na produção audiovisual

guerra-1024x811

Curso de extensão, entre os dias 17 e 19 de novembro de 2015, no Instituto de Ciências Humanas e Sociais da UFMT.

O curso de extensão de curta duração Memória, narrativa e conflito na produção audiovisual vai ser realizado entre os dias 17 e 19 de novembro de 2015, no Instituto de Ciências Humanas e Sociais da UFMT e será voltado aos alunos de graduação e pós-graduação da Universidade Federal de Mato Grosso, e à comunidade em geral, interessados em aprofundar seus conhecimentos na produção audiovisual em contextos urbanos, religiosos e em conflito. O curso terá uma carga de 12 horas/aula e se distribuirá em diferentes atividades nestes três dias, com a presença da documentarista Vanessa Lehmkuhl Pedro, doutora em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina e professora da Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). O curso começa na noite de terça-feira, dia 17, e depois segue nas tardes de quarta e quinta-feira, 18 e 19, sempre coma exibição de filmes, debate e conteúdos de produção audiovisual.

O curso faz parte do projeto de extensão Laboratório de Antropologia e Produção Audiovisual, realizado junto ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFMT, que tem o objetivo de constituir dentro do Departamento de Antropologia, um espaço de produção e reflexão sobre o cinema e a fotografia. Vanessa Lehmkhul Pedro tem experiência na produção de documentários com correspondentes de guerra da imprensa mundial e também produções que versam sobre música e sobre religiões afro-brasileiras em contextos urbanos. Veja abaixo a programação

Inscrições para emissão de certificados podem ser feitas até o dia 16 de novembro pelo email: lapaufmt@gmail.com 

ler1

“Crianças Invisíveis”, na UFSC

1026223_388678211249199_1393961216_o

TRANSES – Núcleo de Antropologia do Contemporâneo/PPGAS/UFSC convida:

Ciclo de Cinema e Debates
Trânsitos Contemporâneos
apresenta

Crianças Invisíveis
(vários diretores, FRA/ITA, 120′, 2005)

Reunião de sete curtas-metragens, todos
protagonizados por crianças de países diferentes,
dirigidos por importantes cineastas, incluindo Spike
Lee, Ridley Scott e a brasileira Kátia Lund.
Seja coletando sucata nas ruas de São Paulo ou
roubando para viver em Nápoles e no interior da
Sérvia, os filmes são protagonizados por personagens
que lidam com uma dura realidade, na qual crescer
muito cedo acaba sendo a única saída.

26 de junho – quarta-feira – 14h00 – Auditório do CFH/UFSC

TRANSES – Núcleo de Antropologia do Contemporâneo/PPGAS/UFSC convida:Ciclo de Cinema e DebatesTrânsitos…

Posted by Trânsitos Contemporâneos – Ciclo de Cinema e Debates on Segunda, 17 de junho de 2013

“O celuloide secreto”, na UFSC

906836_362170293899991_456959763_oCiclo de Cinema e Debates
Trânsitos Contemporâneos
apresenta

O celuloide secreto
(de Rob Epstein & Jeffrey Friedman, documentário, 102’, FRA/UK/EUA/ALE, 1995)

O documentário entrevista vários homens e mulheres conectados à indústria cinematográfica de Hollywood para comentar várias passagens nos filmes e suas próprias experiências pessoais em como lidar e atuar com e como personagens LGBT. Dos personagens afetados à censura do Código de Produção de Hollywood, também conhecido como Código Hays, dos personagens implicitamente homossexuais, dos cruéis estereótipos aos progressos conquistados na década de 1990.

10 de maio – sexta-feira – 14h30 – Sala 110 (Depto Antropologia)