Expressionismo alemão

  • Histórias fantásticas; imagens distorcidas e deformadas em relação ao real.
  • O cineasta-poeta sente a realidade, vivida subjetivamente.
  • Traços expressionistas foram absorvidos pelo cinema clássico hollywoodiano, a exemplo de “O Cidadão Kane”, em que essa linguagem é usada para expressar o universo psicológico dos personagens, como nos enquadramento, os contrastes de tamanho, imagens no espelho (BERNARDET, 1980: 54).
 Trechos do cinema expressionista  "Metropólis" (Fritz Lang, 1927)  "Nosferatu" (Friedrich Wilhelm Murnau, 1922)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>